03Ago
enterrar ou cremar

Enterrar ou cremar: descubra o que é mais barato!

Embora a perda de um amigo ou ente querido seja um momento delicado, ela não dispensa a preocupação com todos os custos que dizem respeito ao funeral. Os custos não são baixos para quem possui plano e para quem não possui esse recurso tendem a ser bem mais altos que o comum. A verdade é a seguinte: estar preparado para o falecimento muda tudo! Pensando nisso, produzimos este artigo para debatermos sobre preços e dizer qual das duas técnicas, enterrar ou cremar, é a mais barata.

Quer enterrar ou cremar? Compreenda os preços!

Quando ocorre um óbito em uma família que não tem o aporte de um plano funerário estabelecido, diversos trâmites burocráticos que envolvem aumento de preço podem surgir. Isso se dá em função da falta de apoio de uma companhia que seja especialista nesse assunto.

Abaixo separamos as informações sobre preço para que você entenda qual das duas opções, enterrar ou cremar, se encaixa melhor no seu orçamento.

Preço do enterro

O valor de um funeral completo para quem deseja enterrar pode alcançar facilmente a taxa de 10 mil reais. A justificativa para esse preço depende de uma série de escolhas que podem ser feitas pela família ou amigos para a composição do funeral.

Os principais gastos estão incluídos em:

  • caixão;
  • ornamentação;
  • cerimônia do velório;
  • liberação do corpo;
  • pagamento de taxas referentes ao cemitério e cartório;
  • preparação do corpo;
  • traslado do local do óbito até o local do velório e enterro.

Sendo assim, ao escolher enterrar ou cremar, o primeiro se destaca como mais caro.

Preço da cremação

Diferente do anterior, a cremação é evitada em muitos casos por conta do mito existente sobre o valor do procedimento. Algumas pessoas acreditam que o preço exigido por ela em detrimento do enterro seja muito maior, contudo não é exatamente isso que ocorre.

Atualmente, a cremação custa, em média, 2.500 reais para casos onde há cerimônia simples. Já nos demais, que demandam mais regalias nos momentos de homenagem, o custo pode subir e ultrapassar a marca de 10.000 reais. Com isso, é compreendida como uma ação mais barata do que o sepultamento. Afinal de contas, a despesa geral é bastante reduzida.

Sendo assim, quando ter dúvida sobre enterrar ou cremar, lembre-se que a cremação é mais barata. Vale destacar, também, que durante a pandemia do coronavírus os corpos devem ser encaminhados para a cremação.

Os principais gastos que fazem o preço variar referente à cremação são:

  • serviço funerário;
  • caixão;
  • velório;
  • traslado.

Entre em contato com a Central Crematórios!

Gostou de ter entendido mais sobre os preços necessários para enterrar ou cremar? Com o serviço feito pela Central Cemitérios seus custos serão reduzidos! Entre em contato conosco e peça ainda hoje seu orçamento.

Aproveite para continuar lendo sobre o tema em nosso blog. Veja:

Are medicaments ordered from abroad safe

Compartilhe:

Posts RecentesTags